sexta-feira, setembro 30, 2005

Governo - Factor de clivagem e desmoralização do país

Na mesma altura em que na Alemanha um grupo de empresas ligadas à comunicação social lança uma campanha pública – “Tu és a Alemanha” - para levantar o moral da Alemanha, promovendo um sentimento positivo, em Portugal é o próprio governo, socialista, que provoca profundas clivagens na sociedade e lança o descrédito e o opróbrio sobre um dos seus principais Pilares, a justiça e os seus juízes.

17 comentários:

Anónimo disse...

Mas que "justiça"? Mas que juizes?

Anónimo disse...

Depois do prós e contras de 3 de outubro ficamos a saber que os mps e os juizes são vingativos. Ai de quem lhes cai nas mãos, tá feito!

Anónimo disse...

Claro! Eles não administram Justiça em nome do POVO (salvo raras excepções). Administram "justiça" em função do seu "orgulho" pessoal. Depois de mandarem um "arguido" para a cadeia, são como os "serial killer"...mais um menos um...tanto se lhes dá...São, a final, "criminosos" profissionais (salvo raras excepções).

Anónimo disse...

É verdade.
E criminosos "legais".

Anónimo disse...

E quando não podem mandar para a cadeia em "julgamento", mandam em "preventiva", o que é dizer o mesmo.

Anónimo disse...

A maioria deles devia estar internada no Júlio de Matos. Inimputáveis por anomalia psíquica, por puro sadismo louco.

Conservador disse...

Espanta-me a boçalidade dos comentários acima transcritos. Juristas frustrados, condenados ressabiados jornalistas invejosos que alguns julguem em vez deles. Enfim a cambada do costume opina no estrume do País. Algum dos comentadores é mais controlado que um juíz na sua função nobre de julgar ? Todo o minuto de uma audiência (a defesa, o mp, o arguido, o autor, o réu)...e a decisão. O problema é que qualquer boçal pode opinar, e tudo é para a molhada. É assim com o rasquedo no Poder. A título de exemplo escolho o comentário covarde do que diz "arguido", "serial killer" : TONO (todos temos um nome e este é para ti que não és nada -és alguém) é a própria lei que votas que diz arguido sabias ? Ou queres o violador da tua mãe cá fora ? Se percebesses lgo do quevês já eras menos medíocre !

xavier disse...

Passa-se algo de estranho.
Por mais que tente não consigo entrar no meu próprio blog para criar post's.
(Pode ser simples inabilidade ou ignorância).
Estou a tentar resolver este aborrecido contratempo informático.
Aos meus leitores, as minhas desculpas. Espero voltar dentro de momentos (dias?).
Aos anónimos como os de cima, recomendo algum cuidado, para que não se afoguem no seu próprio vómito.

magnolia disse...

Já lhe estranhava o silêncio, caro Xavier, por comparação a este anónimo ruído de fundo que por aqui se ouve.
Volte depressa!

Anónimo disse...

Porque qualquer boçal pode opinar, aí temos o conservador a opinar d'alto. Boa! continua que divertes o pagode.

Anónimo disse...

Tanta ignorância!
Que Deus Nosso Senhor tenha piedade de nós!!!

Pedro disse...

Faço meus os votos da magnólia.

Pedro disse...

Já tentou o seguinte:
ir ao endereço do google; digitar a palavra blog; depois clicar em «Comece um blog. É gratis»; e a seguir escrever o nome de usuário e a senha?

xavier disse...

Caros amigos,
Não consigo resolver o problema que acima enunciei.
Amigo Pedro, já havia tentado, já pedi ajuda ao blogger e nada de nada.
A solução é iniciar um novo blog, o que farei oportunamente, dando aqui conhecimento do facto.
Obrigado a todos e até já.

Joel Pereira disse...

Xavier Ieri:
Por favor, entre em contacto para o meu e-mail pessoal. Pode ser que ao descrever-me pormenorizadamente o que se passa, possa encontrar-se uma solução para o problema técnico que enfrenta. Os meus melhores cumprimentos.

Francisco Costa disse...

Provavelmente o seu problema tem a ver com algum programa anti-vírus mais zeloso ou alguma firewall inopinada correndo no seu computador.
Sugiro que desactive o anti-vírus (em especial os utlitários relacionados com "privacy") e desactive as firewalls, inclusive a do próprio Windows.
Depois, tente aceder de novo ao seu blog, e talvez consiga.

Kamikaze (L.P.) disse...

ah, agora percebo o silêncio que se fez neste blog!
Uma sugestão, caso reactive este ou crie um novo: opte por permitir apenas comentários de utilizadores registados!