sexta-feira, abril 07, 2006

CO-CORRUPTO, arrulhou a pombinha

- Ó Pereira, olha o que diz o Euclides Dâmaso, o gajo do DIAP de Coimbra: “em Portugal a corrupção progride e intercepta cada vez mais níveis diversos da Administração e do aparelho do Estado” e acrescenta que “boa parte da economia portuguesa flui no mercado paralelo”.
- Ó Zé, temos de fazer alguma coisa, pá.
- Pois temos. Concordo. Reune o grupo.
(... ... ...)
- Caros amigos, como sabem, esta é mais um a reunião para manter secreta.
- O que é que foi desta vez, ó Zé?
- Bom, vejam isto (bcshcbshcbsb). A verdade é que é preciso algum cuidado. O Alberto e o António ainda não conseguiram controlar totalmente os ju... ju... hrrum... juízes nem o MºPº nem as polícias. Vai daí, mais vale prevenir do que remediar.
- ´Tá bem, tá bem... mas onde queres chegar?
- Bem, para o caso do Alberto e do António falharem, temos de tomar uma atitude, sem grande alarido e suavemente: É preciso começar a pensar em fontes e modos alternativos de financiamento do partido.

4 comentários:

LusitanaPaixão disse...

co co corru co co Paloma!!!

Cleopatra disse...

A senha é: " os principes encantados não têm idade"

xavier ieri disse...

Doesn't ring a bell...
Please, try another one.

Cleopatra disse...

Então não é quem eu pensava.
Peço desculpa