terça-feira, março 21, 2006

GATO-SAPATO

- Tenho de reconhecer que desta vez... sim senhor, caro Alberto!
- Ó Costa, não fui eu. Mérito do Zé.
- A revisão do mapa judiciário vai "permitir responder a problemas de insuficiência de meios humanos através de um ajustamento das respostas institucionais às áreas onde a procura realmente se concentra", sim senhor...!
- 'Tá bem visto, num 'tá?
- 'Tá, pois! Com' é qu' eu nunca pensei nisso? Sendo inamovíveis, só resta uma solução: Criar um espaço judicial dentro do qual não seja possível colocar a questão da inamobibilidade! Eh, eh, eh...
- Vão ser estas as bases do que me atrevo já a apelidar de "juiz-bombeiro". Ih, ih, ih...
- Eu chamo-lhes... baratas tontas... Ih, ih, ih, ih, ih...

7 comentários:

maria disse...

O teu humor, esses diálogos com os Zés, os Costas, os Manéis, já davam uma crónica a que podias chamar " da justiça cá na praça, do sabor acre que fica na boca, e outros contos".
Enfim...
Sobre os solstícios e os equinócios e outras processos de mudança não são mais do que as dinâmicas das constelações gerais e particulares onde nos inserimos. E não tenho nada uma visão maniqueísta ... aceito a pluralidade, por definição e convicção. Mas gosto muito quando chega a primavera, pois.
Olha, um bom dia para ti. Não sei onde estás, mas por este meu sítio, a Primavera não apareceu, ainda espreitou de manhã...mas depois, foi-.se embora. Ficou um dia triste a lembrar o Outono, mas com cheiro de Primavera. É que já há muitas flores por aí.
Fica bem!!!!Obrigada por escreveres.
maria

xavier ieri disse...

"E não tenho nada uma visão maniqueísta".
Não disse isso Maria. Eu não disse nem insinuei tal barbaridade.
Disse que as datas, AS DATAS, essas sim, são maniqueístas.
Repare: Natal: 25 de Dezembro.
Todos os outros dias não são Natal!
Para fugir à ditadura maniqueísta das datas foi preciso vir o poeta dizer aque "Natal é quando um homem quiser..".
Beijinho.

Cleopatra disse...

E também resolvemos aquele problema dos subsídios de rtenda de casa que os gajos têm!...

vero disse...

Um beijito ...
:)

xavier ieri disse...

Bem visto Cleo!
Estou para ver até que ponto vai a governamentalização da justiça.
O meu descrédito no sistema, ou melhor, nesta dita democracia é já tal, que não me repugna admitir que o próprio Parlamento vai deixar espaço a essa governamentalização. Porquê?
Porque Portugal ainda é um país a saque, um país com uma administração muito politizada e corrupta e um país com muitos políticos a contas com a justiça e outros que deveriam estar a contas com ela.
Vale a pena colocar rédea curta à justiça!
Rédea curta significa boa vida à custa do erário público, por portas e travessas das mais escusas...

xavier ieri disse...

OLá Vero
Força, carinha laroca!
bjnh

vero disse...

Olá Xavier...
ADOREI!!! LOL...
Beijinhos... Fica bem ***
:)))