sábado, junho 24, 2006

CHECK UP - IV

- Ora, dr. al Berto, vamos então à segunda parte do nosso teste psicotécnico.
- Vamos lá. A primeira parte correu bem, não foi?
- Pois... Este é um teste comparativo. Está pronto? Quantos sectores tem um lagar de azeite?
- Lagar de azeite? bem... tem.. rés-do-chão e... primeiro andar.
- Hum... e o que é o Estatuto dos Magistrados Judiciais?
- Isso não é uma marca de pastilha elástica? Ah! Já sei: É um saco de boxe!
- Pois... e diga-me, no processamento da azeitona em que consiste a extracção a frio?
- Bem... é algo feito sem anestesia.
- Claro, claro... e diga-me, os tribunais são órgãos de soberania?
- Só por cima do meu cadáver!
- Desculpe?!...
- Errhhh... quer dizer... são um órgão são... um órgão... é isso, um órgão!
- Bem... como se chama o recipiente que recolhe o azeite imediatamente após a extracção?
- hã... hã... balde!?
- Bem, bem... hum... e diga-me, agora no plano da justiça: O governo tem alguma ideia para a justiça? Esta é simples dr. al Berto, é 'sim' ou 'não'.
- Pois... mas o problema é que... o que é que quer dizer com 'justiça'?
- Bem... terminou!
- Oh, diga-me, diga-me doutor, qual foi o resultado?
- Bem... dr. al Berto: O sr. percebe tanto de justiça como de um lagar de azeite!

5 comentários:

Cleopatra disse...

Bem, pelo menos ... azeiteiro....

DarkMorgana disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
DarkMorgana disse...

Porque não fazer-lhe a extracção a frio e sem anestesia do único órgão de soberania que ele deve ter - o cérebrozinho do tamanho de uma azeitona?
Talvez seja por isso que ele percebe tanto de Justiça como de um lagar de azeite...

(Ó Xavier...Dr.Beto Cocó (a versão do Apache) não será mais apropriada que Dr. al Berto?
É que Al Berto é o nome de um grande poeta português, e este senhor, por muita imaginação que tenha, de poeta não tem nada...)

Mas eu continuo a achar que o Proctologista...

xavier ieri disse...

Se é proctite ou proctocele, então só com a introdução de um instrumento de precisão: Um estadulho!

Eva disse...

Não, não! não concordo. O al Berto percebe mais de lagares de azeite. Só pode!!!