sexta-feira, setembro 15, 2006

CHIHUAHUA

Já me cansam os seus escritos de denunciada encomenda (ou de prometida comenda!).
Com o devido respeito, aparenta semelhanças comportamentais a um chihuahua atiçado por um qualquer ressabiado travestido de maioria absoluta.

E nem sequer é vital!
Já foi.
Para mim, pelo menos.
Quando na minha ingenuidade laparosa (ainda hoje se faz sentir, quantas vezes! maldito idealismo!) eu acreditava na pureza dos santos... da academia e na sua castreja verticalidade.

E também não é, sei lá, por exemplo uma moreira, pois que já nenhum fruto dali procede, de tão espinhados ramos.

A esterilidade vai ocupando o lugar da verve científica.
Resta o cãozinho pela trela de um ressabiado.
Aparentando um chihuahua, ninguém verdadeiramente mostra receio daqueles dentes pequeninos.

Mas o seu ladrar insistente mostra-se tão estridente e irritante quanto a sua irrelevância.
É o tipo de cão capaz de morder a mão que o alimentou.
Assim será, especialmente quando o dono ressabiado entender que ele já não merece a comida que come.
Quando entender que o deve mandar abater em favor de um doberman de dentes maiores e mais afiados.

Enfim, isto digo eu... não mais do que idiossincrasias de quem vai de carroça na caravana que passa...

6 comentários:

maria disse...

Pois sim, mas o Rei vai nu!!! Nuzinho em pelota.
Ou então sou e~u que tenho lentes especiais que me vão permitindo o olhar para lá dos opacos.
Pretensiosismos...ou...46 aninhos de muito andar.
Outro beijinho.
Boa semana
maria

xavier ieri disse...

Olá Maria,
Absolutamente!
Também me acontece.
Mas para irrelevar o eventual pretensiosismo, 'cinifico-me' (ah! estes neologismos!) pelo descrédito crescente.
O rei não só vai nu como finge levar no bolso a panaceia nacional em forma de determinação.
Um destes dias ainda viremos a ter fatias, fininhas, de determinação ao pequeno almoço...e é um pau!

maria disse...

Sabes, Xavier, partlho inteiramente a opinião da Teresa Ricou (entrevista no último JL)- o importante na vida é o ris(c)o!!!
E nunca me entendi com gente que sabe tudo! Nunca me entendi, mas passo a vida a gramá-los!
E olha, apetece-me mesmo é ser militante ... de uma coisa em que acredite e com gente â volta que acredite no mesmo.
E pois...no entretanto, fatias de determinação, ao pequeno almoço, almoço e jantar, seja lá isso o que fôr, mas que seja! A malta cá está para aplaudir ou contestar.
Bafhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!
Bj
maria

xavier ieri disse...

É a minha vez de dizer que se calhar não entendi nada...
Estaremos a falar da mesma coisa ou das mesmas coisas?
Assim, fico sem saber que "rei vai nu" ou quem é essa "gente que sabe tudo".
Ou então é 'parvoêra' minha e dos meus fantasmas, pois também eu tive um dia péssimo...
Mas concordo: A malta cá está para aplaudir ou para contestar.
Aliás, como sempre.
Até porque não se pode agradar a Gregos e a Troianos em simultâneo.
Ademais, uns e outros têm coisas positivas tantas quanto negativas.
Felizmente a perfeição não existe.
Por isso, enquanto Troiano resmungo contra os Gregos.
E quando me vejo Grego, vou-me a eles, aos Troianos, com unhas e dentes...

Enfim, entre um e outro comentário creio ter perdido o código criptográfico que me permitia fazer a leitura dos teus comentários.
Naahh...
É apenas o meu cansaço.
Espero que estejas e fiques bem.
bj

redonda disse...

Logo agora que o estou a começar a ler...

DarkMorgana disse...

Vacinar o dito animalzinho contra a raiva não adianta, não?